Bloco de apontamentos: os homens passam

De vez em quando vem à tona da espuma dos dias uma série de escândalos envolvendo responsáveis máximos, diretos ou indiretos, de grandes e significativas instituições da sociedade, muitas delas centenárias na sua existência. Do Desporto à Política, da Economia è Finança, da Igreja à Cultura. Todos nós sabemos que as instituições são sempre maiores na sua grandeza e imagem do que aqueles que, temporariamente, as dirigem porque, como diz o adágio popular, “os homens passam mas as obras ficam”.

Ler mais....

Boletim Municipal ao serviço de causa própria: a Feira de São Pedro, dois presidentes e dois vereadores

Um amigo meu, em meados de agosto, entrou-me em casa, entre o irónico e o chocado, com o número de julho/agosto da revista municipal que não é distribuída, há meses, na zona onde resido. A revista é dirigida por Carlos Bernardes que, assim, assume a responsabilidade pelo seu conteúdo, coordenada por Pedro Fortunato, tendo a redatora Andreia Correia também assinado um dos três textos que pretendem historiar a Feira de São Pedro.

Ler mais....

Fechar o Externato – Missão possível

Em linha com o que aconteceu o ano passado, este ano lectivo que agora começa é de um Externato de Penafirme com menos turmas. Perguntará o leitor se terá que ver com o designado inverno demográfico (leia-se, menos crianças) ou por via de uma menor procura por parte das famílias. Nem um, nem outro. O Externato de Penafirme perde dezenas de alunos por uma simples decisão política de cortar turmas em Penafirme para as abrir nas escolas da cidade de Torres Vedras.

Ler mais....

O nosso jornal

O Badaladas é uma verdadeira personagem, nesta novela que é a nossa vida; sendo-o para nós, que estamos aqui perto, acredito que o seja ainda mais vivamente para aqueles que estão longe da sua terra. Confesso que as páginas da necrologia costumam ser as primeiras que os meus olhos percorrem, receando sempre encontrar um nome mais estimado, uma cara mais conhecida. E fico aliviada quando isso não acontece, embora neste último número do jornal venha um tristíssimo aniversário do falecimento, há já um ano, da filha de um querido amigo.

Ler mais....

Bloco de apontamentos: viver dos rendimentos

Há quem diga que em apenas três gerações é possível criar e desbaratar autênticos impérios e fortunas. Dizem os entendidos na matéria que a 1ª geração cria, a 2ª cimenta e a 3ª arrebenta. Se formos a ver bem há por aí alguns casos que identificam e atestam sobremaneira essa mesma teoria. Até ao nível dos governos de trazer por casa. Os avós criam, os pais cimentam e os netos arrebentam.

Ler mais....

Dia mais longo/almoço com colegas do Camões

Sonho de uma noite de verão? Ou passeio noturno. Num sábado, último dia de tamanho normal, antecâmara da maior noite do ano, aconteceu-me ter folga do convívio dos netos para ir passear com o pensamento de mão dada... Na ausência dos ruídos, na solidão aparente, como é hábito as companhias de sempre e novas vieram comigo caminho fora...

Ler mais....

Serviço Militar Obrigatório. Já!

Como é do domínio público, o Serviço Militar Obrigatório, adiante designado SMO, foi abolido no nosso país em Setembro de 2004 pela forte pressão das juventudes político-partidárias que não queriam “ir à tropa”. Foi uma péssima decisão nacional. É sabido que a nossa Constituição impõe a todos os cidadãos nacionais o dever de defesa nacional ou defesa da pátria. Há países, como a Suécia ou o Brasil, que mantém o SMO.

Ler mais....

Europa somos todos nós

O próximo ano político ficará marcado pelas eleições para o Parlamento Europeu, que irão ocorrer em maio próximo, seguindo-se a nomeação de uma nova paz e desenvolvimento, de uma nova Comissão Europeia. Essas eleições são sempre importantes, mas no presente contexto são mesmo cruciais. Vejamos o contexto em que esse ato eleitoral vai ocorrer:

Ler mais....

Aulas sim, transporte não

A Junta de Freguesia da Ponte do Rol nos últimos anos tem proporcionado, e bem, transporte escolar aos alunos/famílias do Centro Educativo da Ponte do Rol. Este é um serviço essencial para muitas famílias que não têm outra forma e/ou disponibilidade para ir colocar ou buscar os seus educandos à escola. É triste que a Junta de Freguesia não tenha conseguido resolver este processo atempadamente, nem quis encontrar uma solução de curto prazo para o início do ano letivo.

Ler mais....

Festa de A dos Cunhados 2018

Sou um dos muitos jovens que nos anos 80 andavam de festa em festa, de baile em baile, na nossa região. Os conjuntos musicais da época, tais como Zig Zag, Década 80, MG Som, Abel Alves, Banda Caju, Selecção e outros…, eram muito apreciados e as multidões iam atrás destes grupos de festa em festa onde estavam em atuação. Com alguma surpresa desloquei-me no último dia da festa de A dos Cunhados, no dia 11 deste mês, para ver esse conjunto musical de outros tempos… Zig Zag.

Ler mais....

Diálogo impossível

Estávamos no princípio da passada primavera e eu, como de costume, tinha-me deslocado à praia de Santa Cruz para fazer algumas compras. O dia estava solarengo e apeteceu-me sentar num dos vários bancos que se encontram junto à rotunda em que termina a Avenida dos Anzóis. Qual não é o meu espanto que, ao fazer o gesto para me sentar, uma voz avisa-me: olhe amigo, não se sente, porque vai de certeza, sujar as suas calças!

Ler mais....

FacebookYoutubePicasa

Visitantes

mod_jvcountermod_jvcountermod_jvcountermod_jvcountermod_jvcountermod_jvcountermod_jvcountermod_jvcounter
306
1293
33055
6

Acesso Assinantes